Stara realiza investimentos para aumentar a capacidade produtiva de suas unidades

Stara realiza investimentos para aumentar a capacidade produtiva de suas unidades

Em Evolução Constante, a Stara sempre está realizando investimentos em todas as suas fábricas para aumentar a capacidade produtiva. Nos últimos meses, as unidades de Não-Me-Toque/RS (matriz) e Carazinho/RS receberam diversos equipamentos para modernizar ainda mais o processo fabril.

O diretor de Manufatura, Lucas Arend, destaca que os investimentos têm como objetivo aumentar a produção, sempre mantendo a qualidade e a excelência da marca Stara. Lucas explica que a indústria 4.0 já é realidade dentro da Stara: “Estamos qualificando e capacitando todos para este novo formato de manufatura com alta produtividade”.

Em 2021 e 2022, a fábrica de Não-Me-Toque receberá investimentos no valor de R$ 112 milhões em todos os processos. Entre eles, o setor de Usinagem, onde foram adquiridas três serras, cinco tornos CNC e um centro de usinagem. Adeli Kutzleb, que há 13 anos trabalha no setor da Usinagem, destaca que a nova máquina de torno facilitou muito o seu trabalho, automatizando mais o processo, que antes tinha etapas manuais. “Os novos equipamentos nos incentivam a melhorar, se empenhar mais, a crescer junto com a Stara”, declara Adeli.

Já para o setor de Corte a Laser foram compradas duas máquinas, uma de 10 mil watts e outra de 12 mil watts, aumentando a velocidade do processo. O operador de uma dessas máquinas, Roniel Hoffmann dos Santos, que atua no setor de Corte há quase 13 anos explica que as novas máquinas trouxeram mais agilidade e qualidade e exigem menos esforço físico, facilitando o processo. “Eu acho que está ficando cada vez melhor de trabalhar aqui. Estou gostando bastante da forma que estão atuando para o setor evoluir”, revela.

Outro setor que recebeu melhorias foi a Estamparia, que agora conta com uma nova máquina para o processo de dobra, uma dobradeira de chapa. O setor de Solda também recebeu importantes investimentos. Dois robôs que simplificaram o processo de soldagem.

No processo de Pintura foram implementadas tecnologias de automação e sensoriamentos, aprimorando o sistema já existente e aumentando a produtividade do processo. As logísticas, que monitoram toda produção, também receberam investimentos em equipamentos como empilhadeiras e rebocadores.

As linhas de montagem receberam melhorias para ampliar a capacidade de produção, onde foram realizados investimentos em automação e a implementação da linha de dois novos produtos, o Hércules 4.0 e o novo Bruttus 12000.

A filial de Carazinho também está sendo ampliada. Atualmente está produzindo 104% a mais do projetado inicialmente, em 2010, superando as expectativas.  Para este ano está prevista a ampliação de 4.000 m² da fábrica. Um dos setores que teve melhorias foi a Fundição onde foram comprados dois fornos, aumentando a capacidade de fusão em 150%.

As linhas de moldagem aumentaram e as moldadoras da fundição foram automatizadas, aumentando a produtividade. O processo de rebarbação de peças também foi automatizado com a aquisição de um robô. A capacidade de pintura da unidade foi ampliada e foram adquiridos dois centros horizontais de usinagem. Até 2022, os investimentos somarão R$ 14 milhões.

Igor Barp, supervisor de Engenharia de Manufatura, colaborador da Stara de Carazinho há quase 11 anos destaca que os novos equipamentos trabalham com mais velocidade e melhor performance, proporcionando mais segurança de operação e ainda mais qualidade no produto final. “A tecnologia evoluiu muito comparando a quando tudo começou. A gente sente orgulho em fazer parte desse desenvolvimento”, ressalta Igor.

Os investimentos em modernização e ampliação do parque fabril Stara resultam no aumento da produção e na geração de empregos, proporcionando ainda mais excelência para marca Stara.

notícias relacionadas

produtos relacionados

Finep

Empresa parceira