Fale Conosco

Uma história de
Evolução Constante
O planejamento e atuação arrojada no mercado são as ferramentas da Stara que resultam nas máquinas agrícolas com tecnologia de ponta e conquista de novos segmentos no mercado.
Com forte vocação tecnológica, comprovada pelo portfólio de produtos inovadores que são lançados, a Stara apresenta-se como uma empresa dinâmica que se antecipa às necessidades dos produtores rurais, gerando tecnologia voltada para o aumento da produtividade e do lucro na atividade.
A Stara atua em todo o território nacional e está presente nos cinco continentes, exportando para mais de 35 países. Além de investimentos no parque fabril que visam qualidade e agilidade na produção, a Stara investe nas pessoas, disponibilizando treinamentos e oportunidades de crescimento aos seus colaboradores.
A Stara acredita que são as pessoas que fazem a diferença, e que tornam possível uma história de crescimento e sucesso, como a sua própria história, que começou em 29 de agosto de 1960.

Linha do Tempo

1949
Origem

A família Stapelbroek morava na Holanda, onde trabalhava como ferreiros e agricultores em uma pequena propriedade. Eles tinham uma vida confortável e pacata: casa ampla, com água encanada, energia elétrica e até telefone. Mas isso acabou com a chegada da Segunda Guerra Mundial, que arrasou a Europa, deixando um rastro de destruição e causando milhões de mortes.

Foram anos muito difíceis, de muitas perdas, medo e sofrimento. Em 1945 a guerra acabou oficialmente, mas um novo conflito era iminente. Para se afastar da crise socioeconômica e evitar que os filhos fossem convocados para um novo embate, Johannes Bernardus Stapelbroek decidiu se mudar para o Brasil.

Após quatro semanas em um navio numa viagem da Holanda para o Brasil, a família Stapelbroek chegou ao Porto de Santos, em São Paulo. Era 19 de abril de 1949. De lá seguiram para a fazenda Ribeirão, em Holambra/SP, onde começaram a trabalhar em forma de cooperativa.

Foto 1: Casa da família Stapelbroek na Holanda. Foto 2: Chegada da família Stapelbroek ao Brasil, no porto de Santos/SP.

1953
Chegada em Não-Me-Toque

Incentivados por padres holandeses e por não encontrarem em Holambra situações favoráveis para trabalhar e crescer, a família Stapelbroek decide buscar novos horizontes e chega a Não-Me-Toque/RS. Johannes Bernardus Stapelbroek em sociedade com Gerrit Jan Rauwers funda uma pequena ferraria, a Stapelbroek, Rauwers & Cia Ltda, que tinha como principal atividade a montagem e manutenção de máquinas e implementos agrícolas importados da Europa que começavam a chegar à região para impulsionar a agricultura em escala comercial. A necessidade de adaptação dos produtos às características da região, solo e culturas impulsiona a fabricação de novos implementos.

Foto 1: Johannes Bernardus Stapelbroek e sua esposa, Johanna

1960
Nasce a Stapelbroek e Cia Ltda

As famílias Rauwers e Stapelbroek desfazem a sociedade na oficina e, em 29 de agosto de 1960, nasce Stapelbroek & Cia Ltda, a Stara, uma pequena oficina que consertava e adaptava máquinas agrícolas para suportar o crescimento da agricultura na região. Johannes Bernardus Stapelbroek e os filhos Johannes, Franciscus e Harrie também começam a fabricar máquinas e, em 1968, lançam  a primeira capinadeira do Brasil dirigível e com braços flutuantes. Era o início da tradição da Stara em criar soluções inteligentes para os agricultores.

Foto 1: Primeira fábrica da Stara. Foto 2: Primeira capinadeira dirigível com braços flutuantes.  Foto 3: Pulverizador produzido pela Stara. Foto 4: Além de máquinas agrícolas, a Stara produzia outros equipamentos, como camas hospitalares, para ter faturamento durante o ano todo

1978
Inaugurada Nova Área

Produtos como as capinadeiras e grades proporcionaram o crescimento da Stara e a pequena oficina não era mais suficiente para atender a demanda existente em várias regiões do Brasil. Buscando expandir a sua atuação no mercado, a Stara amplia a sua estrutura fabril, transferindo-se para um prédio de 8.000 m², onde permanecem  parte das atuais instalações da matriz.

1982
Crescimento da Stara

No início da década de 1980 a economia passa por uma forte crise, impulsionada pela supervalorização do dólar, afetando principalmente a indústria. A Stara havia tomado empréstimos indexados pela moeda norte-americana para a construção de sua nova unidade fabril. A dívida da empresa aumenta consideravelmente, acarretando em atraso no pagamento de fornecedores e colaboradores, chegando a quase decretar falência.

Nesse momento de dificuldade, Franciscus Johannes Stapelbroek, o “Seu Chico”, que foi o maior colaborador e apoiador da Stara. Filho do fundador da empresa, Seu Chico trabalhou nos primeiros anos da Stara e foi em busca do seu sonho particular: ser agricultor. Em 1982, ele já era um produtor respeitado na região e juntou as suas economias para não deixar o sonho da sua família morrer. Essa fase marcou o ingresso da nova geração na direção da empresa, com modernidade administrativa e manutenção dos ideais dos fundadores.

Foto: Franciscus Johannes Stapelbroek, o “Seu Chico”. Foto 2: Seu Chico, Dona Anna e Fernando Stapelbroek Trennepohl nas atividades agrícolas da família

1984
Evolução Constante

Gilson Trennepohl e Susana Stapelbroek se casam e Gilson passa a trabalhar na Stara, trazendo um olhar para a diferenciação de produtos, criando e antecipando tendências para o agronegócio. Essa visão resultou na ampliação da linha de produtos da Stara e em produtos inovadores.

Foto: Susana e Gilson

1987
Plainas Agrícolas Dianteiras

A Stara lança as plainas agrícolas dianteiras, as PADs, que se tornam as líderes absolutas de mercado no Brasil.

Mais uma novidade da Stara foi o lançamento do Asa Laser, o primeiro subsolador do Brasil com sistema de desarme automático, em que o implemento e o trator são protegidos contra choques bruscos.

Foto 1: PAD Foto 2: Asa Laser

2000
Agricultura de Precisão

Antecipando tendências para o aumento da produtividade no campo, a Stara começa trabalhar com equipamentos para Agricultura de Precisão. Os primeiros controladores eram importados e impulsionaram a Stara a conhecer e dominar a tecnologia, que passou a ser produzida pela própria Stara.

Em 2000 também foi criado o primeiro projeto de Agricultura de Precisão em nível comercial, denominado Aquarius, que atua em pesquisas que viabilizem a Agricultura de Precisão, possuindo o maior banco de dados sobre o tema no mundo.

Foto 1: Controlador para aplicação de fertilizantes à taxa variável importado Foto 2: Criado o Projeto Aquarius

 

2006
A Evolução se torna Constante

Mudanças significativas na raiz societária da Stara conferiram à filha de Franciscus Stapelbroek, Susana Stapelbroek Trennepohl, ao seu genro Gilson Trennepohl e aos seus netos Fernando, Átila e Nicole o controle acionário da empresa, sedimentando o ingresso da terceira e quarta geração na administração da empresa. A empresa teve sua matriz industrial ampliada, o que contribuiu significativamente para o crescimento do portfólio de produtos, fortalecendo a marca e oportunizando uma maior participação no mercado nacional e internacional. O primeiro produto lançado na nova fase da Stara foi a plataforma para colheita de milho, Brava.

Foto 1: Família Stapelbrok Trennepohl assume o controle acionário da Stara. Foto 2: Plataforma para milho, Brava.

2008
A mais completa do Brasil

A Stara entra no mercado de plantio, tornando-se a indústria com a mais completa linha de máquinas agrícolas do Brasil, sendo pioneira em plantio à taxa variável.

Foto 1: Plantadeira Victória  Foto 2: Semeadora Prima.           

2009
Pulverizadores Autopropelidos

Inspirada em sua filosofia de evolução, a Stara realiza investimentos estratégicos que lhe garantiram maior participação de mercado e crescimento sustentável. Introduz mais produtos à sua linha, como os pulverizadores autopropelidos Gladiadores, que passaram a ser os únicos pulverizadores autopropelidos do Brasil equipados direto de fábrica com o pacote de tecnologia.

Foto: Gladiador

2010
50 Anos

A Stara chega aos 50 anos com o orgulho de ser uma empresa familiar com uma administração voltada para princípios como a transparência, compartilhamento dos resultados, crescimento sustentável, confiança e comprometimento. Uma empresa com gestão profissional e responsável, fundamentada em planejamento e estratégias que mantêm a solidez da marca, tornando-a mais presente no cenário mundial. A Stara também inaugurou sua filial localizada em Carazinho/RS, que atende a produção de fundidos utilizados na produção de máquinas agrícolas Stara.

Outro importante fato é o lançamento do primeiro e único autopropelido com barras centrais do mundo, o Imperador 3100. Um projeto inédito em todo o mundo e que conquistou patente em vários países, diferenciando a Stara e fortalecendo ainda mais o seu posicionamento de uma marca inovadora e geradora de novas tecnologias.

Na linha de plantio, a Stara apresenta a Absoluta, plantadeira de grande porte só sementes. Outro importante lançamento foi o controlador para Agricultura de Precisão, Topper 4500, o primeiro controlador 100% nacional.

Foto 1: Inaugurada a filial em Carazinho/RS. Foto 2: Imperador, primeiro pulverizador autopropelido com barras centrais. Foto 3: Absoluta. Foto 4: Topper 4500

2012
Mais próxima do agricultor

Em 2012 a Stara começa a realizar um dos seus grandes sonhos: ter uma rede exclusiva de concessionárias. Com a rede, a Stara está mais próxima do produtor, oferecendo máquinas e serviços de qualidade e atendimento diferenciado. Inicialmente, foram 5 lojas que se tornaram concessionárias, sendo ampliadas pelas regiões agrícolas do Brasil, no Paraguai e na Bolívia.

Outro importante passo na sua história da Stara é a Stara Financeira, com a assinatura do estatuto que possibilitava a oferta de financiamento direto de fábrica. Em 2013, acontece a primeira operação de crédito pela Stara Financeira, com a assinatura de Susana Stapelbroek Trennepohl, diretora administrativa e financeira na ocasião. A Stara Financeira opera com crédito rural em todas as regiões agrícolas do Brasil, atendendo aos produtores com mais agilidade na hora de obter crédito para a aquisição de máquinas agrícolas.

Foto 1: Rede de concessionárias. Foto 2: assinatura da primeira operação de crédito da Stara Financeira.

2013
Filial em Santa Rosa

Para ampliar a sua capacidade produtiva, a Stara passa a contar com mais uma filial, localizada em Santa Rosa/RS, com uma área fabril com aproximadamente 7 mil m².

2014
Nova Sede Administrativa

Inaugurada a nova sede administrativa, um espaço amplo e moderno, que além de comportar as áreas de Recursos Humanos, Engenharia e Suprimentos, conta com um restaurante com capacidade para 2,5 mil refeições por dia, com a opção de quatro cardápios distintos.

A inovação é constante e a Stara apresentou ao mercado, em um único ano, nove lançamentos, entre eles a Ceres Super, o Topper 5500, a Estrela e o Super Bruttus 30000.

Foto 1: Nova área administrativa da Stara. Foto 2: Refeitório para colaboradores. Foto 3: Estrela Foto 4: Super Bruttus 30000 Foto 5:Topper 5500

2016
Nova unidade de montagem

Em 2016 a Stara traz o lançamento de quatro importantes produtos: autopropelido Imperador 3.0, plantadeira Princesa, distribuidor autopropelido Hércules 6.0 e plataforma para colheita de milho Brava +.

O Imperador 3.0 antecipa uma tendência ao ser o primeiro autopropelido do mundo com dupla função, ou seja, é um distribuidor e um pulverizador na mesma máquina.

Para a produção de suas novas máquinas, a Stara passa a contar com mais uma unidade de montagem. Ampla e moderna, a nova fábrica possui 23 mil m² de área e segue conceitos de sustentabilidade e maior eficiência produtiva.

Foto 1: Imperador 3.0. Foto 2: Princesa. Foto 3: Hércules 6.0. Foto 4: Brava +. Foto 5: Nova área fabril com 23 mil m².

2017
Produtos Inovadores

No ano de 2017, a Stara apresentou oito lançamentos, seguindo a sua premissa de evolução constante.
Para o plantio, a Stara apresentou a Cinderela e a nova Absoluta, além do Desligamento Linha a Linha Stara, tecnologia que permite o desligamento automático das linhas de plantio no exato momento em que o controlador Topper detecta uma área onde o plantio foi realizado anteriormente.

Os outros lançamentos foram as carretas agrícolas Reboke Ninja e Reboke Inox e o Sistema Sobe e Desce para o Imperador 3.0.

Foto 1: Absoluta com Desligamento Linha a Linha. Foto 2: 8 lançamentos na Agrishow 2017

2018
A sua lavoura Guapa

Reforçando sua atuação no segmento de plantio, a Stara lança a linha de semeadoras Guapa. A Guapa e a Guapa Supra são excelentes opções para uma semeadura de qualidade da cultura do arroz.

Neste ano, a Stara lançou outra grande inovação. O Imperador 3.0, que já tinha dupla função, passa a ser também um semeador pneumático, através do Sistema Ponte Verde.

Para oferecer mais uma opção de compra ao produtor, a Stara fecha uma parceria com a Embracon e lança o seu Consórcio em 2018. Com o Consórcio Stara o produtor pode programar a compra da sua máquina, pagando mensalmente e sem juros.

 

Foto 1: Guapa Supra. Foto 2: Imperador 3.0. Foto 3: assinatura do contrato do Consórcio Stara

2019
A melhor eficiência em pulverização

A Stara inovou mais uma vez ao lançar o pulverizador autopropelido Imperador 3000 e 4000, que apresenta a melhor eficiência em pulverização e vários diferenciais tecnológicos.

A Stara também lançou o Conecta, serviço exclusivo de acesso remoto que permite conectar o operador em tempo real com a fábrica.

Além disso, traz inovações para o plantio ao lançar a Absoluta 61, a Guapa Supra Winter e o Sistema Syncro, que permite que até quatro máquinas possam trabalhar sincronizadas e compartilhando informações entre si no mesmo talhão.

A Stara sempre teve o sonho de atuar fora do Brasil. Em 2019 deu 0 primeiro passo para realizar esse sonho foi a inauguração da primeira unidade fabril fora do Brasil: a Stara Argentina, localizada em Alvear, na província de Santa Fé. Além da unidade fabril, a Stara Argentina possui revendas espalhadas no país, levando tecnologia de ponta aos produtores argentinos.

Foto 1: Imperador 4000. Foto 2: Conecta. Foto 3: Syncro Foto 4: unidade fabril na Argentina

2020
4º Geração assume a presidência da Stara

No início de 2020, Gilson Trennepohl passou o cargo de diretor-presidente da Stara para seu filho Átila Stapelbroek Trennepohl, seguindo a tradição da sucessão familiar. O bisneto de Johannes Bernardus Stapelbroek está a frente das operações da matriz, filiais e na Argentina.

Gilson Trennepohl assume a presidência do Conselho Administrativo da Stara. Susana Stapelbroek Trennepohl passa a ser vice-presidente executiva, Fernando Stapelbroek Trennepohl continua responsável pela divisão agrícola da família e membro do Conselho Administrativo e Nicole Stapelbroek Trennepohl é diretora comercial da Stara Financeira.

Foto 1: Família Stapelbroek Trennepohl. Foto 2: Átila Stapelbroek Trennepohl

A Stara preza pela conformidade com a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais - Lei 13.709/18 conforme nossa Política de Privacidade, assim como pelas leis de proteção de dados ao redor do mundo. Nosso time de privacidade pode ser contatado através do e-mail lgpd@stara.com.br
Prosseguir
Finep

Empresa parceira